Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Cancro da mama: prevenção, prevenção, prevenção

Em pleno ‘Outubro Rosa’, a Liga Cabo-verdiana Contra o Cancro (LCCC) alerta para a necessidade de as mulheres estarem atentas aos sinais do seu corpo e assim detectarem precocemente o cancro da mama, aumentando a possibilidade de cura. Este foi um dos temas em destaque na última edição do Panorama 3.0, da Rádio Morabeza.

 

A nutricionista, Maria Adelaide, umas das fundadoras da organização que lida diariamente com a problemática, acredita que essa é a melhor forma de prevenção do cancro da mama. Mas o diagnóstico é feito através da mamografia.

“Deve-se fazer um exame, muito simples, que é a mamografia, mas alertamos as mulheres para conhecerem o seu corpo, para conhecerem a mama e assim qualquer sinal que aparece, que não estava lá ontem, que vá procurar um médico. Não é preciso que chegue a um ponto tão evidente. Tem dúvida, procura um médico, penso que é a melhor forma de prevenção do cancro da amam”, recomenda.

Segundo a OMS, 95% dos casos detectados precocemente tem possibilidade de cura.

 

Recupere a edição semanal do Panorama 3.0 e faça like na página do programa

 

Em Cabo Verde existem apenas dois mamógrafos, um em São Vicente e outro na cidade da Praia. Muitas mulheres chegam aos serviços de saúde em fase avançada da doença.

“Há mamografia, há uma parcela da população feminina que tem acesso a esses cuidados, mas ainda temos muitas mulheres que infelizmente chegam a nós numa fase muito tardia e nós só minimizamos os danos porque não há mais nada a fazer”, lamenta.   

O cancro da mama, segundo Maria Adelaide, é um dos que tem maior prevalência no país, a par do colo do útero.

A nível mundial, segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 8 milhões de pessoas morrem devido ao cancro, sendo o da mama o tipo mais mortal em mulheres.

terça, 10 outubro 2017 09:25

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version