Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

ARFA confirma importação de ovos contaminados

A Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA) confirmou ontem a importação, em Junho, de ovos contaminados provenientes da Bélgica, mas garante que os produtos já não se encontram no mercado cabo-verdiano.

Através de uma nota de imprensa, a ARFA afirma que, de uma rastreabilidade feita em início de Agosto, foi confirmada que uma firma comercial importou em Junho deste ano ovos provenientes da Bélgica e foi averiguado que este produto já não se encontrava disponível para venda no mercado nacional.

De acordo com a mais recente lista, a que a Lusa teve ontem acesso, Cabo Verde está entre os 11 países que receberam ovos ou subprodutos contaminados com o insecticida fipronil, não permitido na cadeia alimentar.

No mesmo comunicado, a ARFA garante que recebeu, na passada sexta-feira, um alerta oficial do Sistema de Alerta Rápido para os Géneros Alimentícios e Alimentos para Animais da União Europeia – RASFF, relativo à exportação de ovos provenientes da Bélgica, contaminados com Fipronil. Isto depois de, em inicio de Agosto, ter tomado conhecimento que se encontrava no mercado de alguns países da União Europeia ovos contaminados.

“Com esse indício, considerando que a União Europeia é um dos principais mercados exportadores de produtos alimentares para Cabo Verde e com base em dados de importação de ovos disponibilizados pelas autoridades nacionais, a ARFA de imediato iniciou uma investigação no terreno para apurar se Cabo Verde teria importado ovos dos países visados”, lê-se na nota.

A ARFA garante que vai continuar a acompanhar o assunto junto das autoridades europeias e nacionais, com vista à protecção dos consumidores.

As suspeitas de recurso ao Fipronil, um pesticida contra ácaros e insectos considerado pela Organização Mundial de Saúde como tóxico para os humanos, afecta explorações avícolas na Holanda, mas também na vizinha Bélgica.

terça, 12 setembro 2017 07:50

1 comentário

  • LPM 12-09-2017 Reportar

    Todos os cabo verdianos deveriam sentir vergonha o facto de um país que num passado recente produzia ovos que superavam as necessidades de consumo do país e agora importa. Que firma comercial é esta ? Um trata-se de um caso de " dumping " comercial ? Cabo Verde tem mais de 60 anos de avicultura industrial.

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version