Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Os trabalhos de remoção do navio Soby afundado no terminal de cabotagem do Porto Grande do Mindelo decorrem normalmente. Houve uma mudança de planos e a operação começou com a remoção da carga, anunciou hoje o capitão dos portos do Barlavento.

 

“De acordo com aquilo que nos foi informada é que o combustível deveria ser retirado primeiro, mas tendo em conta que o Kardec encontrava-se com a carga desorganizada, não havia condições de segurança para que acedessem ao tanque de combustível. Daí que deu-se preferência à remoção da carga, em primeiro lugar”, disse.

 

 

António Duarte garante que assim que estejam criadas as condições para aceder ao tanque de combustível, o mesmo será removido. O responsável assegura que não há risco de derrame.

“Todo o combustível que está no navio encontra-se devidamente seguro, em tanques devidamente selados. Se houvesse algum risco de derrame já tinha vindo à tona”, acrescentou.

O capitão dos portos do Barlavento explica que já foi retirado um tractor, mas que dentro do navio existe mais uma máquina, além de seis contentores com cargas diversas.

O navio da marinha mercante Soby adornou para bombordo na tarde de 24 de Março, afundando-se em seguida numa das rampas roll-on roll-off, no cais de cabotagem do Mindelo. O acidente aconteceu durante uma operação de descarga de contentores.

Os trabalhos de remoção estão a cargo dos especialistas do navio Neptuno, de bandeira espanhola, e devem terminar dentro de 11 dias.

 

quarta, 19 abril 2017 12:20

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version