Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Sindicato convoca greve na Polícia Nacional

Os agentes da Polícia Nacional ameaçam fazer uma greve nacional de três dias, seguida de uma manifestação, já a partir de finais deste mês. O pré-aviso foi entregue hoje e a paralisação está agendada para os dias 30 e 31 de Março e 01 de Abril, caso o Governo não resolva as suas reivindicações.

 

Em causa, segundo o presidente do Sindicato Nacional da Polícia (SINAPOL), José Barbosa, o descontentamento generalizado pelo não cumprimento, por parte do Governo, dos acordos sobre progressões, promoções e nivelamento salarial.

A decisão foi tomada hoje, durante a primeira sessão ordinária anual da direcção do sindicato.

“Chegámos a um ponto em que a diplomacia não está a funcionar. A Polícia Nacional está a trabalhar em condições precárias”, afirma José Barbosa.

O líder sindical lembra que em 2016 houve um compromisso entre o SINAPOL e o Governo para, até Março de 2017, resolver as questões já referidas, inclusive a grelha salarial.

“Já lá vão 10 anos que a Polícia Nacional espera por uma grelha salarial. Por isso eu estou convencido de que a situação chegou, neste momento, a um ponto insuportável. Há um descontentamento generalizado, de Santo Antão à Brava”, diz.

 

 

“Estamos a ver o navio a passar. No fundo não há nada. Os profissionais da polícia requerem a dignidade salarial neste momento. É isto que está em causa. Nós queremos que se efective essa dignidade”, declara..

No que diz respeito à carga horária, José Barbosa defende a adopção, o mais urgente possível, de um regulamento de trabalho "sério".

 

 

segunda, 20 março 2017 16:46

1 comentário

  • Alberto Tavares 20-03-2017 Reportar

    A nossa POLICIA precisa ser acarinhada. Por outras palvras: precisa ter o que lhe tiram para leviandades. Jà é tempo de se lembrarem da manutenção e suspender a folia de grandeza que é uma manifestação de incompétentes.

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version