Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Presidente destaca importância da visita do homólogo ganês

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, considera que a visita do seu homólogo do Gana, Nana Akufo-Addo, a Cabo Verde é “muito interessante e importante” para os dois países.

 

“Apreciamos a vontade do Presidente do Gana, recentemente eleito, de querer conhecer os países que integram a CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental) e se propõe um diálogo político e diplomático com Cabo Verde para conhecer a realidade cabo-verdiana”, precisou Jorge Carlos Fonseca.

Para o chefe de Estado cabo-verdiano, esta primeira visita de Nana Akufo-Addo vai contribuir para uma “reaproximação” entre os dois países e pode “potenciar relações futuras de cooperação”.

O Presidente da República fez estas declarações à imprensa à margem de uma visita que efectuou quarta-feira, 17, à exposição de fotografias intitulada “As Maravilhas de Cabo Verde”, da autoria de Gabriel Costa.

Segundo Jorge Carlos Fonseca, o Gana é “um país que tem tido uma experiência democrática positiva e muito relevante”, indicou, realçando ainda o facto de o Gana possuir uma das economias “mais pujantes” do continente africano.

Confrontado com a ideia de que neste momento se nota uma reaproximação de Cabo Verde à África e à CEDEAO, em particular, Jorge Carlos Fonseca afirmou que actualmente o “que se pode dizer é que talvez, neste momento, se possa assistir a uma maior intensidade nos esforços de aproximação, de integração e de mútuo conhecimento. Nós temos que conhecer melhor os países do nosso continente e também eles têm que nos conhecer melhor”, sublinhou.

Além de Santiago, onde vai visitar a cidade-berço da cabo-verdianidade (Cidade Velha), Nana Akufo-Addo desloca-se ainda ao Sal para se inteirar das potencialidades turísticas desta ilha.

Na capital, o Presidente ganês encontra-se com o presidente do Parlamento, Jorge Santos, assim como com o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva.

O Gana é o segundo maior produtor mundial de cacau e o segundo maior produtor de ouro do continente africano, a seguir à África do Sul.

quinta, 18 maio 2017 09:49

2 Comentários

  • Alberto Barbosa Fernandes 18-05-2017 Reportar

    O senhor António falta a verdade, onde é que tirou conclusão que o PR nunca falou antes de Africa? Informe-se antes de dizer inverdades OK?

  • António 18-05-2017 Reportar

    Vocês estão cada vez mais patéticos. O Jorge Santos que em tempos idos gritou em bom som na rádio que deveríamos sair da CEDEAO, agora é um grande defensor. O Presidente da República que nunca ouvimos pronunciar nada sobre áfrica, agora está a morrer de amores. Político, fora do poder é uma, no poder é outra. Há interesses grandes minha gente. Não queiram fazer o povo de ignorante. Sejamos mais sérios minha gente, não enganam ninguém. Gana nunca lembrou de Cabo Verde, nunca ajudou, agora aparece. Não precisamos de corruptos.

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version