Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Opinião

“Que uma nova era comece!” - Nelson Mandela   O povo votou mudança. Logo uma nova esperança paira sobre os céus e os mares destas ilhas atlânticas. Um dos grandes activos dessa mudança é, sem dúvida, o programa do governo. Um programa ousado, ambicioso e virado ao mudo. Não existe utopia, apenas uma visão realista. Finalmente! Se conseguirmos o objectivo, Cabo Verde será um país moderno e de oportunidades. A mudança de paradigma é isto: uma nova atitude que passa por uma aposta qualitativa e significativa na Educação e no posicionamento do país no mundo. São estas as boas práticas…
terça, 21 junho 2016 06:00
0
Numa altura em que se sabe que a verdadeira taxa de desemprego ronda os 30%, o subsídio de desemprego aparece como algo de bom para acalentar os ânimos.  Nos últimos anos, a economia andou de rastos, com míseras taxas de crescimento. Com crescimentos rasos, só podíamos ter uma taxa de desemprego elevada, algo que estranhamente não acontece na nossa economia, como frisa o Doutor Gilson Pina no jornal online O Liberal: http://jornaliberal.com/opiniao/2016/05/27/o-calculo-real-do-desemprego-i/. Só para citar um pequeno trecho do artigo: “ Falando da teoria económica, um famoso economista, Arthur Melvin Okun, dizia que para baixar em um ponto percentual a…
sexta, 17 junho 2016 06:00
1
Como podemos relacionar-nos com o mundo se os nossos futuros diplomatas e políticos nem sabem de onde vieram os tambores que tocamos? Fui convidado pela Universidade do Mindelo para fazer uma palestra sobre o tema “Relações entre a União Europeia e Cabo Verde” no âmbito das celebrações da Semana da Parceria entre Cabo Verde e a União Europeia (UE). Como convidados especiais, o embaixador da União Europeia em Cabo Verde e o ministro da Saúde, em representação do ministro dos Negócios Estrangeiros, ausente do país. Aceite o honroso convite, deitei mãos à obra, estudando o tema e, naturalmente, comecei pela…
terça, 14 junho 2016 09:07
18
A crítica do favoritismo político contida na expressão “jobs for the boys” tornou-se com o tempo na arma de arremesso político preferido de certos interesses políticos e outros. Para quem acabou de passar para a oposição depois de largos anos no governo significa deixar os seus nomeados nas posições-chave onde os colocou em tempo próprio. Para os que sempre ficam em cima do muro e dão-se bem em todos os governos, significa eliminar a “concorrência” que pode vir das hostes vitoriosas nas eleições e manter ou subir outros degraus na base de suposta competência e currículo ganho com favoritismos anteriores.…
quarta, 15 junho 2016 06:00
0
Em citações de várias personalidades há um convite par se ir para além das manifestações da crise e ver as oportunidades que se abrem no novo ambiente criado. Para o economista americano Paul Romer a “crise é uma coisa terrível de se desperdiçar”. Para John Kennedy “numa crise há que ter cuidado nos perigos mas também há que reconhecer a oportunidade”. A situação nas Forças Armadas, que na sequência do assassinato dos oito militares e três civis no Monte Tchota, levou à demissão do chefe de estado-maior qualifica-se como sendo de crise com profundas implicações no futuro das FA, mas…
sexta, 17 junho 2016 09:10
0
  Como não perdemos tempo lendo as diatribes de Onésimo Silveira (O.S.), aconteceu mão amiga fazer-nos chegar recentemente aleivosas afirmações por ele proferidas, motivo porque só agora reagimos ao opróbrio com que nos mimoseou nas suas estórias (1). De forma descabelada, solta-se com esta: “O João Lopes Filho é autor de uma tese desmiolada, segundo a qual Claridade nasceu em Santiago” (p. 42). Superlativa danação de um complexado. Recorde-se que o mesmo reconhece que “tinha conflitos emocionais” (p. 38), “por causa do (meu) handicap com a perna” (p. 39). E esclarece: “É natural, um caso do género sempre cria complexos…
quarta, 08 junho 2016 06:00
5
Vimos, no artigo anterior, que na política orientada para o mercado, o partido prepara o produto tendo em conta o que surgiu das actividades da avaliação de «market intelligence». Não basta adoptar alguns instrumentos de marketing, é preciso repensar a própria organização e o produto (oferta política) e ir ao encontro da demanda e imposição do eleitor. A partir do momento em que o partido decidir seguir este modelo, inerente às necessidades do cidadão – eleitor são obrigados a redesenhar a sua marca (brand), as suas propostas em termos de políticas e as suas mensagens de maneira a irem ao…
terça, 07 junho 2016 06:00
0
O governo marcou as eleições autárquicas para 4 de Setembro. As eleições presidenciais terão ficado para Outubro para se fechar o ano excepcional das três eleições seguidas que se repete de 20 em vinte anos devido a diferenças no tempo de mandato: cinco anos para as legislativas e presidenciais e quatro anos para as autárquicas. Está iniciada a contagem para o segundo evento eleitoral deste ano. A corrida dos candidatos aos órgãos autárquicos porém começou há muito. O ano de 2016 também é excepcional porque marcou o fim de três mandatos seguidos do PAICV com uma vitória marcante do MpD…
quinta, 09 junho 2016 08:00
0
O presidente do SINAPOL - Sindicato Nacional da Polícia, defende que o salário aplicado na PN foi e continua sendo uma vergonha Nacional e que o estado salarial, indigno, a que se encontra a PN é, deveras, lamentável. A PN vive-o, por dentro e, está profundamente sufocada, com a ignorância orçamental, sobre a importância deste sector, no capítulo da segurança, interna. Não parece ser, mas a verdade é que a classe está, mesmo, desmotivada e nos seus limites. Aliás, uma bomba, pronta a explodir! Impõe-se um salário digno, à classe. O poder político sabe-o! O presente momento demonstra-o e o…
sexta, 03 junho 2016 12:09
10
No dia da celebração de mais um Dia da África a atenção volta-se para os extraordinários desafios com que ainda o continente se confronta no seu processo de desenvolvimento. Num relatório do Banco Africano de Desenvolvimento publicado no dia 24 a previsão de crescimento económico para 2016 é 3,7% do PIB dos 52 países do continente e de 4,6 % em 2017 se houver recuperação da economia mundial e um novo impulso no mercado das “commodities”. Considerando o estádio em que se encontra a economia africana, 3,7% é uma taxa de crescimento demasiado baixa para responder às necessidades de criação…
sexta, 03 junho 2016 11:49
0
Os factores que contribuem para o desenvolvimento económico têm sido objecto de debates profundos na ciência económica. Tradicionalmente, as diferenças de rendimento entre os países subdesenvolvidos e desenvolvidos foram imputadas à diferença no rácio de capital por trabalhador e nas dotações de tecnologia e capital humano. Mais recentemente, vários contributos na literatura empírica sobre o crescimento económico procuraram avaliar os elementos estruturais que influenciam as escolhas tecnológicas e de acumulação de factores - especialmente num contexto em que o seu nível inicial é baixo. Em particular, a ênfase passou a centrar-se nas instituições e políticas governamentais que determinam os incentivos…
segunda, 02 maio 2016 06:00
0
“Foi esta centralização forte que destruiu esta ilha,”Augusto Neves, Edil de S. Vicente. José Maria Rosário O povo das ilhas vem pressionando cada vez mais um maior protagonismo e participação política na gestão e resolução dos seus próprios problemas. Igualmente, são crescentes as preocupações não só dos actores políticos, mas também da sociedade civil, em torno do equilíbrio regional e distribuição pelas autarquias locais de mais atribuições do poder central. O PAIGC, na lógica de “dividir para reinar”, perfilhou uma política velada de discriminação das autarquias de cor política diferente, criando, deliberadamente, um ambiente de difícil coabitação. Esse relacionamento tenso…
terça, 31 maio 2016 06:00
6
Para as minhas netas Liana, Nicole e Aliyah, nascidas na terra-longe.   No creo en brujas, pero que las hay, las hay. – Provérbio Espanhol   Tradicionalmente as crianças em Cabo Verde nasciam em casa com a ajuda das parteiras curiosas que, logo após o nascimento, prendiam-lhes ao pescoço um cordel com “contas de quebranto” e outros amuletos dentro de um saquinho (“guarda”) e as banhavam numa infusão de ervas aromáticas contra o “mau-olhado”.   A placenta era levada para ser enterrada num local escondido, com a "boca" para cima para que o recém-nascido não apanhasse “frieza” (resfriado), bem como…
segunda, 30 maio 2016 06:00
1
Poluição sonora é hoje uma designação chique para o incómodo que provoca o «som» em níveis elevados (acima dos 60 Decibéis) e que prejudica seja uma pessoa, seja os habitantes de um prédio ou de um bairro. Barulho, é a designação popular deste tipo de incómodo, um conceito «popular» que abarca os sons de todas as origens, por exemplo de obras ou de oficinas, de bares esplanadas e discotecas, de ajuntamentos de pessoas, música no geral em alto volume, ruídos de qualquer origem etc. etc. O «barulho» no âmbito desta definição popular entre nós, tem especial impacto à noite, no…
quinta, 26 maio 2016 06:00
2
“Vocês riem de mim por eu ser diferente, e eu rio de vocês por serem todos iguais” No passado dia 11 de Maio deste ano de 2016, completaram-se 35 anos desde que Bob Marley, um ícone musical, nos deixou. Por todo o mundo, milhões de pessoas continuam a celebrar com respeito, admiração e nostalgia a vida e a obra deste poeta, músico, cantor e activista, que nasceu na Jamaica e se tornou o ídolo dos povos que buscam a sua afirmação, dos índios do México ao povo Maori da Nova Zelândia, para quem o dia 11 de Maio é um…
quarta, 25 maio 2016 06:00
2
O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) divulgou os dados do emprego para 2015 com uma queda de 3,4% na taxa de desemprego. Nos anos anteriores a variação tinha sido 0,4% de 2012 para 2013 e de 0,6% de 2013 para 2014. A diferença de 3,4% em 2015 apesar do crescimento anémico do PIB em 1,5% deve-se segundo o INE ao aumento do subemprego no país e em particular no mundo rural. Sendo subemprego em boa parte trabalho agrícola é por natureza precário e sazonal. O mais provável é que no momento do anúncio dos resultados do inquérito (12 de Maio)…
quinta, 26 maio 2016 08:00
0
Marketing e Política não são termos habitualmente associados. Há alguma resistência por parte dos intervenientes em assumir esse acasalamento. As pessoas não querem que se compare partidos e candidatos a verdadeiros produtos. A própria expressão “Marketing Político” só recentemente entrou na terminologia científica anglo – saxónica, que durante algum tempo preferiu referências directas aos vários meios e instrumentos e, sobretudo a publicidade (Political Advertising) e as estratégias de imagem (Image Campaigns). Sublinha o especialista Mazzoleni [2004, 146], que para os estudiosos europeus o conceito e o termo sintetizam o conjunto de técnicas utilizadas nas campanhas eleitorais.  Segundo o mesmo autor…
segunda, 23 maio 2016 06:00
0

Expresso das Ilhas

Top Desktop version