Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Israel anuncia saída da UNESCO, depois dos EUA

Benjamin Netanyahu Benjamin Netanyahu

Israel anunciou hoje que vai sair da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), depois de os Estados Unidos terem decidido o mesmo, condenando o que dizem ser o preconceito anti-israelita.

 

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, "deu instruções ao ministro dos Negócios Estrangeiros para preparar a saída de Israel da organização, paralelamente aos Estados Unidos", informou, em comunicado, o gabinete do chefe do Governo de Israel.

"A UNESCO tornou-se um teatro do absurdo, onde se deforma a história em vez de a preservar", refere a mesma nota.

Os EUA anunciaram hoje que se retiram deste organismo da ONU, invocando "preocupações com os atrasos crescentes na UNESCO, a necessidade de uma reforma fundamental da organização e o permanente preconceito anti-Israel".

Nos últimos anos, a organização aprovou várias resoluções muito criticadas por Israel, nomeadamente textos que omitem a vinculação judaica à denominada Esplanada das Mesquitas de Jerusalém.

Além disso, em julho passado, a Cidade Velha de Hebrón (Palestina) foi incluída entre os 21 novos sítios da Lista de Património Mundial, decisão que levou Israel a anunciar que iria retirar um milhão de dólares na sua contribuição às Nações Unidas, e que os Estados Unidos consideraram "trágica".

Desde a chegada de Donald Trump à Casa Branca, os EUA alinharam-se muito claramente com Israel nas Nações Unidas,

sexta, 13 outubro 2017 07:39

1 comentário

  • Agostinho da Fonseca 13-10-2017 Reportar

    Não tragam o Trump para este assunto. Penso que Israel não deve ficar entre pessoas que o atacam por todo o lado. Politizar a UNESCO foi a morte da instituição que devia ocupar-se unicamente da Cultura.
    Nem os EsUs nem Israel serão responsàveis pelo vier com a novo politica orientada pelo novos gerentes.

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version