Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Imigrantes em protesto nos EUA provocam encerramento de vários estabelecimentos comerciais

Os restaurantes, mercearias e cafés e estabelecimentos similares de várias cidades dos Estados Unidos estiveram encerrados quinta-feira no âmbito de um protesto dos imigrantes para mostrar como são importantes para a economia do país.

 

O protesto nacional, denominado, “Um Dia Sem Imigrantes”, foi direccionado contra o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por intensificar as deportações, construir um muro na fronteira com o México e fechar as portas do país a dezenas de pessoas.

Não ficou claro quantas pessoas participaram no protesto e, para 01 de Maio, Dia do Trabalhador, já estão a ser planeadas mais acções.

O protesto chegou mesmo ao Capitólio, onde a cafetaria do Senado estava encerrada, porque os funcionários não apareceram ao trabalho.

Os organizadores apelaram aos imigrantes de todas as esferas sociais para participarem, mas os efeitos foram mais fortemente sentidos na indústria e restauração.

sexta, 17 fevereiro 2017 08:18

2 Comentários

  • Augusto Galina 19-02-2017 Reportar

    Discordo com o desumano Trump(a) mas o imigrante tem de se mais humilde. Ninguém quer que o estrangeiro lhe imponha as regras.
    Que casa quer casa e quem não a tem de a merecer.

  • Pato Donald 17-02-2017 Reportar

    Trump elimina regra de Obama que obriga empresas a divulgar contractos....por conveniencia propria

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version