Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Hoje é dia de Expresso das Ilhas. Destaques da Edição 823

 

Nesta edição, o Expresso das Ilhas faz manchete com o paludismo: 160 infectados na Praia e casos não param de aumentar. Em declarações à comunicação social, a delegada de saúde da Praia, Ulardina Furtado disse que não se poder falar em falhas que permitiram a expansão da doença: “Estamos a fazer estudos e a analisar para ver o que é que aconteceu. O trabalho de luta anti vectorial é feito diariamente. Portanto, é uma rotina da Delegacia de Saúde. Convém falar, sim, em  estratégias, ou seja, se há necessidade de se mudar de estratégias. É bastante importante discutir a mudança de estratégias na nossa luta no terreno”.

 

Também neste número, Marco Aguiar, presidente da Proempresa: Cabo Verde tem “jovens empreendedores, inovadores e com competência”. Nascida da recentragem da Agência para o Desenvolvimento Empresarial e Inovação (ADEI) a Proempresa quer estimular o mercado das micro, pequenas e médias empresas. Para isso criou dois novos programas que visam combater o desemprego jovem e informalidade do mercado nacional. Marco Aguiar, presidente da Proempresa, explica nesta entrevista ao Expresso das Ilhas o que é a Proempresa e como esta pretende alterar o panorama empresarial de Cabo Verde.

 

A vitória da selecção de Cabo Verde na África do Sul, é outro dos destaques: a caminho da Rússia. O atacante Garry Rodrigues tornou-se na figura do jogo ao apontar os dois golos de Cabo Verde aos 52 e 67 minutos. Com esta vitória, a segunda contra os Bafana Bafana no espaço de quatro dias, a selecção de Cabo Verde confirma o seu relançamento na luta pelo apuramento ao somar seis pontos.

O que se quer para o Orçamento Estado 2018. O Ministério das Finanças já tem em marcha as arbitragens políticas para fechar o Orçamento de Estado 2018. No dia 29, do passado mês de Agosto, o Ministro Olavo Correia reuniu-se com a equipa para a arbitragem interna e os encontros continuam, com todos os ministérios. “Pretende-se que o Orçamento de Estado de 2018 seja um documento inclusivo, realista e em sintonia com as ambições do Governo”, é escrito na rede social do ministério. O orçamento tem de ser entregue na assembleia nacional até ao dia 20 de Outubro, mas ainda antes das arbitragens políticas, os meses de Julho e Agosto foram de correria nos corredores do ministério com o governante a receber representantes de vários quadrantes, da política à justiça, passando pelos sindicatos e por associações civis. O Expresso das Ilhas faz um resumo dos pedidos que foram postos na mesa de Olavo Correia.

Fundo do Turismo: Mais de 2 milhões de contos vão ser utilizados na melhoria dos destinos Sal e Boa Vista. Para o ministro da economia e emprego, José Gonçalves a assinatura deste protocolo com as câmaras da Boa Vista e do Sal representa o culminar de árduos trabalhos e muita concertação com as referidas autarquias, que termos da contribuição turística a nível nacional têm maior peso. “É precisamente onde vamos utilizar as receitas geradas pela contribuição turística para, neste caso, a requalificação do destino turístico nesses municípios”, defende o titular da pasta da economia e emprego.

Investigação Alimentar: Maria Isabel Andrade, a senhora da super-batata doce. Maria Isabel Andrade tem dedicado a sua vida à pesquisa científica em prol do desenvolvimento e da segurança alimentar. Os resultados do seu trabalho chegam agora, quer em forma de prémios – como o mais recente, recebido em Agosto, na Índia – quer através das vidas que ajuda a transformar. Afinal, a sua batata-doce de polpa alaranjada faz a diferença para mais de dez milhões de pessoas à volta do mundo.

No interior, a opinião de Eurídice Monteiro, Macaronésia Política; de Pedro Ribeiro, Orçamento do Estado (OE) 2018: Pressão na Política Fiscal; e de Manuel Brito-Semedo, João Varela Homenagem em 7 tons.

quarta, 06 setembro 2017 01:32

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version