Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Banco Mundial e FMI reforçam apoio a Cabo Verde

O Banco Mundial (BM) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) vão reforçar o apoio financeiro a Cabo Verde na implementação da sua agenda de reformas, visando o desenvolvimento do país, anunciou ontem o Governo.

Segundo a página oficial do executivo na internet, estas garantias foram dadas ao Ministro das Finanças, Olavo Correia, nos encontros que manteve com diversos departamentos do Banco Mundial e do FMI, no âmbito da sua deslocação a Washington, nos Estados Unidos da América (EUA), para a edição de 2017 (de 13 a 15 de Outubro) das reuniões anuais das Instituições da Bretton Woods.

Segundo o executivo, no início desta semana, Olavo Correia esteve reunido com o Vice-Presidente do BM, Maktar Diop, que garantiu um reforço financeiro da instituição financeira a Cabo Verde, no âmbito da alocação de verbas do International Development Association (IDA). O apoio financeiro será destinado as reformas ligadas ao sector empresarial do Estado, sector financeiro e energético, educação e inclusão social.

“Neste encontro, o Ministro pôde apresentar os avanços das reformas que temos em curso no país, incluindo a decisão do actual Governo para a reestruturação da TACV, a situação macroeconómica e as perspectivas positivas para a economia de Cabo Verde”, lê-se na publicação.

O Governo garante ainda a visita, em Dezembro, do vice-presidente do Banco Mundial, acompanhado do Administrador de Cabo Verde no BM, Seydou Bouda e equipa. Já a Country Director do BM, Louise Cord, deverá visitar Cabo Verde ainda este mês de Outubro para concluir o Diagnóstico Sistemático de País (SCD), em curso, e despoletar o processo de elaboração da nova estratégia de cooperação com Cabo Verde, enquadrado nessa nova série de financiamentos.

De acordo com o executivo, também o Fundo Monetário Internacional está engajado em apoiar Cabo Verde na implementação da sua agenda de reformas. Neste sentido, o FMI pretende avançar com uma missão a Cabo Verde, nos próximos meses, tendo a agenda de reformas no centro da deslocação.

 

 

sexta, 13 outubro 2017 08:38

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version