Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Quem são os novos gestores da TACV?

Mário Chaves é o novo CEO da TACV Mário Chaves é o novo CEO da TACV

O governo assinou, hoje, com a Icelandair um contracto de gestão da TACV para o próximo ano. Mas quem é a Icelandair e a equipa que vai assumir a gestão da empresa?

 

A Icelandair é a principal companhia aérea da Islândia. Baseada no aeroporto internacional de Keflavik aquela empresa aérea viaja para 39 cidades em 16 países diferentes tanto na Europa como na América usando o aeroporto de Keflavik como base do seu hub aéreo no Atlântico Norte.

A fundação da empresa que viria a dar origem à Icelandair aconteceu em 1937 com a criação da  Flugfélag Akureyrar e com o inicio das operações a dar-se no inicio de 1938. Em 1940 dá-se a primeira alteração de nome com a mudança da empresa para Reykjavik, capital da Islândia. A partir daí desaparecia o nome Flugfélag Akureyar que era substituído pela designação Flugfélag Islands (companhia aérea da Islândia).

Mais tarde, durante a crise petrolífera da década de 70, a Flugfélag Islands e a Loftleiðir, uma companhia aérea igualmente islandesa fundada em 1944, fundiram-se e deram origem ao nome porque hoje a empresa é conhecida: Icelandair.

Frota

Segundo informação disponível no site da empresa, a Icelandair tem uma frota total de 30 aviões: 25 Boeing 757-200, 4 Boeing 767-300 e 1 Boeing 757-300. Será desta frota que virão os aviões que vão operar com as cores da TACV. O facto de a Icelandair operar com aviões Boeing é uma vantagem para Cabo Verde uma vez que os comandantes e pilotos que trabalham na companhia aérea nacional são formados para operarem aeronaves desta marca. O plano da Icelandair é colocar, até ao final de 2018, um total de 5 aviões a operar em Cabo Verde. Um número que pode crescer até às 11 aeronaves em 2021.

Mário Chaves, o novo CEO da TACV

Mário Chaves é, para já a única cara conhecida da equipa de gestão que, a partir de segunda-feira, assume o controlo dos destinos da TACV. Chaves iniciou a sua carreira profissional na indústria aeronáutica em 1999 na TAP onde era comandante de um Airbus A320, funções que desempenhou até 2013. Durante esse período na transportadora aérea portuguesa, Mário Chaves desempenhou igualmente as funções de Gestor das Operações de Voo e de Instrutor de Airbus A320.

Da TAP, Mário Chaves transita para a IATA (International Air Transport Association) onde fica até Outubro de 2016, altura em que se transfere para a Icelandair onde ocupou o cargo de Vice-presidente de Operações. Na IATA tinha sido Sub-director de Operações de Voo e mais tarde Director de Eficiência de Operações de Voo.

quinta, 10 agosto 2017 16:43

8 Comentários

  • Luciano Barros Semedo 12-08-2017 Reportar

    Sou Luciano Barros. Ha pouco, hoje, deixei um comentario em que sugeria ao Sr JF um criterio de abordagem da questao em epigrafe, e, ao que me parece, foi censurado. Faz ja mais de seis horas, e, nada a respeito vejo. O conteudo e objecto e serio, didacto e nao atinge ninguem nem a pessoa que refere. Porque?

  • Luciano Barros Semedo 12-08-2017 Reportar

    Sr JF, recomendo-lhe, que faca uso total das sua faculdades intelectuais com Sageza. Do seu muito limitado e pobre comentario nao quero, -pela bandeira conhecer a nacao. Sugiro que comece por perguntar e responder a si mesmo:- como poderei conceber e enquadrar, numa Organizacao, UM HOMEM SO? De seguida, reveja As conhecidas Ideologias Politicas, dando um so passo atras, no tempo, e siuar-se devidamente. Muita gente podera lhe dar atencao e eventualmente Respeita-lo. Um abraco de Luciano Barros, em Stockholm

  • Luciano Barros Semedo 12-08-2017 Reportar

    Sr JF, recomendo-lhe, que faca uso total das sua faculdades intelectuais com Sageza. Do seu muito limitado e pobre comentario nao quero, -pela bandeira conhecer a nacao. Sugiro que comece por perguntar e responder a si mesmo:- como poderei conceber e enquadrar, numa Organizacao, UM HOMEM SO? De seguida, reveja As conhecidas Ideologias Politicas, dando um so passo atras, no tempo, e siuar-se devidamente. Muita gente podera lhe dar atencao e eventualmente Respeita-lo. Um abraco de Luciano Barros, em Stockholm

  • Luciano Barros Semedo 12-08-2017 Reportar

    Sr JF, recomendo-lhe, que faca uso total das sua faculdades intelectuais com Sageza. Do seu muito limitado e pobre comentario nao quero, -pela bandeira conhecer a nacao. Sugiro que comece por perguntar e responder a si mesmo:- como poderei conceber e enquadrar, numa Organizacao, UM HOMEM SO? De seguida, reveja As conhecidas Ideologias Politicas, dando um so passo atras, no tempo, e siuar-se devidamente. Muita gente podera lhe dar atencao e eventualmente Respeita-lo. Um abraco de Luciano Barros, em Stockholm

  • mutinha 12-08-2017 Reportar

    E o vencimentinho? só 600 continhos por mês + subsídios de viagem + residência + combustivel + telemovel + guarda-costas + + +

  • jorge fortes 11-08-2017 Reportar

    Um homem sózinho para substituir uma mão cheia de crioulos ? estará resolvido o problema?

  • Du 11-08-2017 Reportar

    "quem é a Icelandair e a equipa" > "quem são a Icelandair e a equipa"

  • Yasmine 10-08-2017 Reportar

    Hummmm.....pensei que fosse um irlandês? kkkkk
    Português outra vez? Kel lá è que ê sê Curriculo? Ave?
    Vamos ver no que isso dá.

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version