Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

INE: Crescimento económico continua a acelerar

Sectores do turismo,  turismo residencial, comércio em estabelecimentos e do comércio em feira foram os que mais contribuíram para a melhoria do ritmo de crescimento económico.

 

Os dados do INE revelados hoje mostram que o “ritmo de crescimento económico continua a acelerar no primeiro trimestre 2017, evoluindo positivamente face ao trimestre homólogo, a conjuntura económica é favorável”.

A nível do comércio em estabelecimentos, o “indicador de confiança inverteu a tendência descendente do último trimestre evoluindo positivamente face ao trimestre homólogo, a conjuntura económica no sector é favorável. No decorrer do primeiro trimestre de 2017, o excesso de burocracia e regulamentações estatais e as dificuldades financeiras foram os principais constrangimentos do sector”. Sendo que ainda no sector do comércio, mas desta vez em feira, o “indicador de confiança inverteu a tendência descendente do último trimestre, registando o valor mais alto dos últimos dezasseis (16) trimestres consecutivos”.

No turismo, durante “o primeiro trimestre 2017, o indicador de confiança manteve a tendência ascendente dos últimos trimestres, registando o valor mais alto dos últimos trinta e três (33) trimestres consecutivos, a conjuntura no sector é favorável. Os empresários apontaram a dificuldade em encontrar pessoal com formação apropriada e o excesso de burocracia e regulamentações estatais como sendo os principais obstáculos do sector no 1º trimestre de 2017”, aponta o relatório do Instituto Nacional de Estatística. Já no que respeita ao turismo residencial, no mesmo período, “o indicador de confiança manteve a tendência ascendente dos últimos trimestres, registando o valor máximo da série”, por isso explica o INE, “a conjuntura no sector é favorável”.

Em sentido contrário, e com tendência negativa, estão, aponta o documento divulgado pelo INE, os sectores da construção cuja “conjuntura económica no sector continua sendo desfavorável”, a indústria transformadora e o sector dos transportes cujo “indicador de confiança inverteu a tendência ascendente do último trimestre evoluindo negativamente face ao trimestre homólogo”

quinta, 20 abril 2017 11:49

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version