Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Cabo Verde recebe 10 bolsas de preparação para as olimpíadas Tokyo’2020

A Solidariedade Olímpica disponibilizou uma bolsa de preparação para dez atletas cabo-verdianos, com vista à preparação e a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tokyo2020.

 

O Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC), através de uma nota de imprensa, citada pela Inforpress, informa que esta decisão foi tomada após um estudo conjunto com as Federações Internacionais interessadas e levando em consideração o perfil dos atletas propostos na candidatura do COC.

Segundo o mesmo documento, este programa, com vista à preparação e a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tokyo2020 é sujeito ao desempenho, relatórios e processo de qualificação.

“Isto leva a uma duplicação de cinco bolseiros de Rio2016 para dez bolseiros Tokyo2020. Um feito correspondente à confiança desta entidade ao trabalho realizado pelos atletas de Cabo Verde e das suas equipas de suporte”, lê-se na nota.

Ainda de acordo com a nota, com a alteração do programa, o valor mensal passa a ser de 600 USD por mês, com um aumento de 2 para 3 anos de bolsa. Cada atleta terá igualmente um total de 5000 USD para viagens para provas de qualificação.

Os atletas seleccionados para a usufruir desta bolsa são Maria José Andrade (F- Taekwondo), Sofia dos Reis (F-Taekwondo), Adysangela Moniz (F-Judo), Sandra Borges (F-Judo), Djamila Correia e Silva (F-Judo), Lidiane Lopes (F-Athletics),  Eveline Sachez (F-Athletics), Jordin Andrade (M-Athletics), Davilson Morais (M-Boxing) e Ruben Sanca (M-Athletics).

A fonte do COC recorda que quatro atletas (Maria Andrade – Taekwondo; Lidiane Lopes – Atletismo; Jordin Andrade – Atletismo; e Davilson Morais – Boxe) já vinham usufruindo de uma bolsa intermédia de 312 USD mensais cedida pelo Comité Olímpico, que termina agora em Setembro.

A nota refere ainda que, igualmente, três atletas em preparação para os Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires (Magda Moreira – Atletismo; Marcelo Gomes – Atletismo; e Nicalas Fernandes – Taekwondo) já estão a usufruir de 7500 USD (por atleta) durante os 15 meses antecedentes à prova marcada para Outubro de 2018.

segunda, 11 setembro 2017 11:49

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version