Expresso das Ilhas

Switch to desktop Register Login

Xadrez: Finalmente!

Já vai longe o ano de 1987, ainda eu não conhecia, nem de perto nem de longe, estas ilhas que há mais de 16 anos me acolhem, em que um punhado de xadrezistas se juntou e fundou a Associação de Xadrez de S. Vicente, a primeira organização oficial de xadrez a nível nacional e a que já tive o privilégio de presidir.

Quase que tenho a certeza que, na mente desses pioneiros do tabuleiro do jogo dos reis, havia a perspectiva de que um dia se realizaria uma competição que apurasse aquele que, teoricamente, seria o melhor jogador de Cabo Verde.

Com eles, também outros pioneiros, espalhados pelas restantes ilhas, mais ou menos organizados, deveriam sonhar com a tal competição nacional absoluta.

Muita água correu debaixo das pontes, muitos caminhos se percorreram, muitos cabelos brancos surgiram, sem que essa competição se realizasse, de tal forma que alguns desses pioneiros já nos deixaram sem verem alcançado esse “velho” sonho de apurar, oficialmente, um campeão nacional absoluto de xadrez.

Mas se de 1987 até hoje já se passaram quase 30 anos, o certo é que o sonho não envelheceu e aos poucos foi-se tornando possível. Tão possível, que passados todos estes anos, já poderemos afirmar alto e bom som que, finalmente, Cabo Verde vai apurar, pela primeira vez, o seu campeão nacional de xadrez.

Numa realização da Federação Cabo-verdiana de Xadrez (FCX) em parceria com a Câmara Municipal do Sal e com a Associação de Xadrez do Sal, de 8 a 11 de Setembro próximos, a Biblioteca Jorge Barbosa em Espargos (ilha do Sal) será palco da primeira edição da competição que projectamos que venha a ser a prova rainha do xadrez nacional: o Campeonato Nacional Individual Absoluto.

Durante os meses de Julho e Agosto, nas ilhas onde existe Associação de Xadrez, decorreram os diversos campeonatos regionais, numa movimentação escaquística que muito nos apraz registar e onde cada ilha pretendeu escolher o seu representante na prova máxima do xadrez nacional.

O primeiro Campeonato Nacional Individual Absoluto (CNIA) será disputado por seis jogadores, no sistema de todos contra todos (round-robin), nele participando os campeões regionais de S. Vicente, St. Antão, Praia e S. Nicolau, ou seja, Aguinaldo Vera-Cruz, Arlindo Rodrigues, Luís Barros e Nelson Ramos, respectivamente; o representante do Sal, Sidney Spínola, que foi o melhor cabo-verdiano no seu regional e, finalmente, para completar o lote de seis, António Monteiro, actualmente o n.º 1 em Cabo Verde, do ranking internacional.

Se me perguntarem se este é o melhor sistema para a organização do CNIA, responderei de imediato que não. Penso que não será o melhor sistema nem o mais justo, mas também tenho consciência que, nesta nossa primeira época desportiva, este seria o modelo que melhor se encachava nas nossas débeis finanças e nas nossas parcas estruturas organizativas. Realizá-lo já, acho ser um acto de coragem para alguém que gosta de correr o risco quando se trata de organizações de xadrez.

A cereja no topo do bolo deste campeonato vem na parte do staff técnico, mais concretamente na arbitragem, pois o Árbitro Chefe do nosso primeiro CNIA, será nada mais nada menos que Carlo Oliveira Dias, um árbitro de elite da FIDE (Federação Internacional de Xadrez), que arbitrou recentemente o Europeu de Veteranos em Barcelona, que foi o árbitro da mesa 1, onde se apurou o vencedor da ultima olimpíada de xadrez, foi o árbitro chefe do campeonato do mundo de jovens, foi um dos árbitros do Qatar Masters Chess e do torneio de candidatos que apurou Carlsen para o título mundial, etc. Enfim, um dos melhores árbitros do mundo estará a arbitrar o nosso Campeonato Nacional e será também o formador de uma formação de árbitros de xadrez que a FCX levará a efeito em paralelo com o CNIA.

Depois de apurados os campeões individuais e colectivos nas variantes de rápidas e semi-rápidas, chega agora a vez de apurar o “verdadeiro” campeão nacional de xadrez.

Espero que no próximo numero estejamos aqui a anunciar o primeiro campeão nacional absoluto de xadrez de Cabo Verde.

Finalmente!

 

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 823 de 06 de Setembro de 2017. 

 

domingo, 10 setembro 2017 11:07

Deixe um comentário

Os campos com (*) são obrigatórios.

Expresso das Ilhas

Top Desktop version